quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Tráfico de drogas


O homem flagrado transportando 610 kg de maconha e dez kg de cocaína, em janeiro deste ano, no município de Maximiliano de Almeida, foi condenado à pena de dez anos e dois meses de reclusão, em regime inicialmente fechado, mais 1.016 dias-multa. O flagrante ocorreu após Valcir Carlos Nunes perder o controle do automóvel que conduzia, o que ocasionou a apreensão da droga e, na sequência, a instauração de inquérito policial e o consequente processo criminal.

O feito tramitou na Comarca de Marcelino Ramos, mas, ao final, foi declinada a competência para a Justiça Federal de Erechim, onde os atos processuais foram ratificados e o denunciado condenado. De acordo com o Promotor de Justiça João Francisco Campello Dill, a expressiva quantidade de entorpecentes chamou a atenção, uma vez que nunca houve movimentação dessa natureza na região.

“O fato alertou as autoridades locais para redobrar os esforços de vigilância local, uma vez que, dada a proximidade geográfica com o estado de Santa Catarina e diversas rotas de acesso ao Rio Grande do Sul, ficou claro que a Comarca poderá ser transformada em rota do tráfico internacional de entorpecentes”, destaca João Francisco Dill.

Fonte: Ministério Público do Rio Grande do Sul

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário